Qual o caminho que sua empresa está seguindo para liderar o futuro digital? – Planus

Qual o caminho que sua empresa está seguindo para liderar o futuro digital?

12/04/2021

Qual o caminho que sua empresa está seguindo para liderar o futuro digital?

Na preparação para o futuro, muitas empresas estão embarcando em uma jornada de transformação de negócios digitais – muitas vezes sem nenhuma noção de para onde estão indo.

Podemos citar pelo menos quatro passos viáveis ​​para a transformação. No entanto, o objetivo não é a transformação digital, mas sim a transformação dos negócios – usando recursos digitais para mudar o paradigma de uma empresa tradicional para uma organização de alto desempenho na economia digital.

Chamamos essas empresas de alto desempenho de “prontas para o futuro”.

As empresas prontas para o futuro são capazes de inovar para envolver e satisfazer os clientes e, ao mesmo tempo, reduzir custos. Seu objetivo é atender às necessidades dos clientes em vez de simplesmente promover os produtos, e os clientes podem esperar uma boa experiência, independentemente do canal de entrega de serviço que escolherem.

Do lado das operações, as capacidades da empresa são modulares e ágeis, os dados são um ativo estratégico compartilhado e acessível a todos os que precisam deles na empresa.

Além disso, a empresa está pronta para competir na economia digital e pode trabalhar com uma ampla variedade de parceiros por meio de serviços digitais e interfaces de programação de aplicativos (APIs) expostas.

Empresas preparadas para o futuro: quatro passos para a transformação

Identificamos quatro caminhos básicos para as empresas seguirem, visando se prepararem para o futuro. Cada passo envolve uma transformação organizacional significativa baseada em tecnologia.

Passo 1: padronize primeiro

O primeiro passo move as empresas de um cenário de complexidade para um ambiente industrializado.

Esse caminho depende da construção de uma mentalidade de plataforma como serviços como base dos negócios, habilitados para conexões que podem ser acessados ​​em toda a empresa e também externamente.

Esse passo inicial permite que uma organização elimine muitos de seus processos e sistemas legados. Mas, como qualquer pessoa que já passou por um planejamento de recursos corporativos, gerenciamento de relacionamento com o cliente pode atestar que substituir os principais processos de uma empresa é um empreendimento caro e de vários anos.

Também requer colocar muitos outros projetos em espera. Computação em nuvem, APIs, microsserviços e melhores arquiteturas de solução tornam esse processo de industrialização mais rápido, menos arriscado e menos perturbador.

No entanto, embarcar no passo 1 leva tempo. Entre outras coisas, requer a mudança dos direitos de decisão para enfatizar serviços integrados para os clientes, em vez de focar nos produtos.

Passo 2: melhore a experiência do cliente

O segundo passo envolve uma mudança que envolve a experiência integrada. As empresas executam essa etapa com o objetivo estratégico de melhorar a experiência do cliente em toda a empresa, enfrentando desafios em vários silos organizacionais.

Normalmente, são executadas várias mudanças ao mesmo tempo: desenvolver novas ofertas atraentes, criar aplicativos móveis e sites, melhorar infraestrutura e suporte de TI e capacitar gerentes de relacionamento – tudo com o objetivo de aumentar de forma mensurável a satisfação do cliente.

Passo 3: suba as escadas

As empresas que seguem no terceiro passo caminham para se tornarem prontas para o futuro, alternando seu foco entre melhorar a experiência do cliente e melhorar as suas operações de negócio.

Por exemplo, o primeiro movimento pode ser um projeto para implementar uma experiência omnichannel. Depois disso, as empresas podem melhorar as operações, talvez substituindo alguns processos legados ou criando uma camada de API.

Em seguida, eles podem tentar reunir um conjunto mais atraente de ofertas ao cliente, fazendo um uso mais inteligente dos dados internos.

Com essa abordagem, a diferença entre o sucesso e o fracasso é ter um roteiro que informe os esforços de todos em vez de adotar uma abordagem aleatória. A melhor maneira de saber a diferença é perguntar a um gerente como um projeto específico se encaixa no plano geral.

A vantagem é que as etapas, que consistem em conjuntos de projetos fortemente coordenados, são menores, reduzindo o risco. A desvantagem é que explicar as mudanças intermitentes de direção pode ser difícil e pode até mesmo confundir os funcionários.

Em algumas empresas, é possível ver obstáculos organizacionais com as mudanças de direção, como redução da eficácia dos funcionários e aumento do esgotamento. Mas são desafios temporários, possíveis de solução e que trazem benefícios futuros para toda organização.

Passo 4: Crie uma nova organização

Em vez de travar uma batalha difícil para transformar sua organização existente, os líderes buscam neste passo final iniciar novos projetos que começam a vida prontos para o futuro.

Seus modelos de negócios, suas culturas, até mesmo os clientes que atendem,  tendem a ser diferentes na conclusão do quarto passo.

A vantagem principal da conclusão do quarto passo é que ele permite que uma empresa construa sua base de clientes, pessoas, cultura, processos e sistemas em um novo paradigma tecnológico, estando pronta para o futuro, não precisando mais lidar com sistemas, silos ou cultura legados.

O futuro digital é uma grande oportunidade para os líderes reinventarem suas empresas

As empresas mais bem-sucedidas precisam estar prontas para o futuro, inovando constantemente para melhorar a experiência do cliente e, ao mesmo tempo que, investem em tecnologia e inovação e trabalham para reduzir custos.

Aqueles que não se tornarem preparados para o futuro provavelmente sofrerão “uma morte lenta”, com startups e concorrentes ágeis cortando pedaços de seus negócios.

A Planus pode ajudar sua empresa no desafio do futuro digital

A tecnologia digital impacta cada empresa de maneira diferente, mas tende a criar valor em áreas críticas da organização: envolvimento do cliente, produtos e serviços digitais, desempenho operacional e preparação para novos modelos de negócios disruptivos.

O desenvolvimento de um ponto de vista claro sobre as oportunidades ou ameaças em cada área define quais recursos precisam de mais atenção e onde concentrar o investimento.

Mas mesmo a estratégia digital mais clara falhará se seu pessoal não estiver preparado para adotá-la. Tão importante quanto definir onde você precisa mudar é configurar os recursos e processos que o permitirão.

Garantir que a mudança persista envolve o trabalho árduo de definir novas funções, adicionar novas habilidades e adotar novas maneiras de trabalhar. E é importante definir cuidadosamente a mudança, definindo todo o esforço e como ele será aplicado.

Conte com a Planus neste desafio de liderar o futuro digital. Nossos especialistas estão à disposição para esclarecer dúvidas e para ajudar na definição das melhores estratégias que possam garantir a conectividade em alta escala do seu negócio, garantindo a segurança, a proteção e privacidade de dados.

Entre em contato com um de nossos especialistas para saber mais.

Sobre a Planus

Reconhecida como uma das maiores integradoras de tecnologia do Brasil, a Planus Tecnologia passou a fazer parte do grupo VINCI Energies, grupo Europeu de origem Francesa com forte atuação ao redor do mundo, nos negócios do setor energético, automação industrial e tecnologia de informação.

Com seus pilares fundamentados em inovação e qualidade, a Planus é a primeira aquisição especializada em Tecnologia no Brasil e com isso passou a ser um provedor global de tecnologia, com capacidade para oferecer o mais completo portfólio de tecnologia e as melhores soluções e serviços para suportar toda a transformação digital dos nossos clientes.

Com um perfil consultivo e forte embasamento para orientar os seus clientes sobre o melhor horizonte a seguir, a Planus Cloud, Networking & Services tem como um dos grandes diferenciais a capacidade de atender as necessidades específicas de cada um deles, seja no modelo tradicional On Premise, no modelo Híbrido ou Cloud.

Atua em projetos de ponta a ponta, o que inclui Disaster Recovery, Backup as a Service, alta disponibilidade, soluções de Cloud Services, Networking, Telefonia as a Service, Management Services, Suporte e Manutenção de Hardware, Software e rede, Serviços de gestão de service desk, até toda a estratégia e implantação de projetos.

RELATED POST

RELATED POST
13/05/2021

Multicloud: é o verdadeiro caminho para o futuro

Por anos, os analistas do setor de TI têm definido a nuvem [more]

11/05/2021

Como otimizar a sua arquitetura multicloud para os requisitos de negócios?

Atualmente muitas empresas estão usando várias nuvens com uma combinação de diferentes [more]

5/05/2021

Inteligência artificial é o caminho para proteção contra ciberataques

A superfície de ataque da empresa é massiva e continua a crescer [more]

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.