Como ficarão as cargas de trabalho locais após a crise? – Planus

Como ficarão as cargas de trabalho locais após a crise?

25/08/2020

Como ficarão as cargas de trabalho locais após a crise?

Todos nós já ouvimos como o coronavírus forçou as empresas a migrar para a nuvem nas últimas semanas, mas um novo estudo finalmente revelou até que ponto as empresas migraram as cargas de trabalho local para a nuvem em resposta à pandemia e como ficarão após a crise.

O LogicMonitor, plataforma de monitoramento de infraestrutura de TI, entrevistou 500 tomadores de decisão globais de TI entre maio e junho para avaliar sua aceleração para a nuvem.

87% dos entrevistados concordaram que a Covid-19 fez com que as organizações acelerassem sua migração para a nuvem à medida que as empresas aproveitavam a tecnologia para se ajustar rapidamente a cenários remotos de força de trabalho.

Surpreendentemente, muitos líderes seniores de TI endossaram a visão de que apenas 5% das cargas de trabalho estariam no local em 2022.

37% dos entrevistados disseram que 95% das cargas de trabalho chegarão à nuvem até 2022, em comparação com 35% dos entrevistados nos EUA / Canadá e 30% dos entrevistados no Reino Unido.

A nuvem assume trabalho remoto e as cargas de trabalho locais

Antes da pandemia, 35 por cento das cargas de trabalho residiam no local, de acordo com os entrevistados da pesquisa feita pela LogicMonitor. Avançamos até hoje e a pandemia Covid-19 ampliou a importância da nuvem em grandes e pequenas empresas como um ativo vital para as operações de negócios.

Está claro que as empresas estão acelerando sua migração para a nuvem durante a crise, já que ela está permitindo que operem remotamente agora, ao mesmo tempo que serve como base para a transformação digital e inovação contínua.

Além disso, os tomadores de decisão de TI não esperam que a distribuição de cargas de trabalho em nuvens públicas e privadas mude muito nos próximos anos.

Antes da pandemia COVID-19, 23% das cargas de trabalho residiam na nuvem pública e 25% na nuvem privada. Em 2025, os entrevistados disseram que 28% das cargas de trabalho estarão na nuvem pública e 30% na nuvem privada.

Gerenciar a carga de trabalho de dados de negócios durante todo o processo de pandemia de COVID-19 é um risco para as empresas

O recente evento de bloqueio causou grandes transtornos para muitas empresas, pois elas enfrentam a necessidade de manter as operações comerciais em meio à pandemia global de COVID-19. Conforme o bloqueio vai diminuindo e o trabalho remoto continua no topo da lista, a migração para a nuvem torna-se ainda mais uma necessidade urgente do que apenas um luxo.

Porém, para algumas empresas, executar um projeto de migração de cargas de trabalho para a nuvem é assustador, seja em uma configuração de nuvem privada ou pública. Depois de implementar o cenário de base da nuvem, haverá uma mudança significativa no funcionamento, em como os recursos são gerenciados, monitorados e consumidos.

A infraestrutura requer mais administração quando a empresa decide confiar em outra organização para lidar com sistemas críticos e toda sua carga de trabalho, e isso pode causar um leve pânico.

Existem várias maneiras de uma empresa aumentar a confiança no projeto de migração de suas cargas de trabalho para a nuvem

Para manter a calma e continuar com a migração da carga de trabalho para a nuvem, todos na organização devem se adaptar à nova estratégia.

●     Prepare a todos para todo o processo

Informação e educação fazem parte da construção de confiança. É importante realizar atividades como workshops, ministrar treinamentos, criar documentação precisa ou disponibilizar uma equipe para responder a todas as dúvidas, acima de tudo.

É necessário que alguém sênior na empresa se envolva na migração contínua para que eles saibam como ajudar você se as coisas ficarem difíceis. A migração para a nuvem é um desafio contínuo, pois, durante o processo, o cliente não se lembrará da demonstração ou da solicitação de serviço, enquanto estiver em meio a um cronograma de migração agressivo.

●     Avalie e planeje o processo de migração das cargas de trabalho para a nuvem

A equipe de migração e o cliente devem desenvolver boa confiança assim que compreenderem totalmente o ambiente de origem, o processo de migração e o estado de destino.

Criar um mapa detalhado do ambiente atual ajudará na criação de interdependências, que podem ser usadas para testes de pós-migração, embora nem todos possuam o conhecimento e compreensão necessários sobre a plataforma.

A melhor maneira de aumentar a confiança é criar roteiros de execução após usar as informações de avaliação de cada aplicativo que detalham como o aplicativo é montado, movido e revertido.

●     Execute testes visando mitigar o risco da migração para a nuvem

Quer se trate do aplicativo mais simples ou do site estático, não existem testes suficientes. Após a fase de validação, as equipes de TI devem se certificar de apresentar ciclos de feedback e analisar por que as coisas falharam e qual foi o ponto de sucesso.

É muito comum descobrir problemas durante os testes de failover, o que é positivo porque os problemas descobertos durante o teste podem ser resolvidos do que em uma situação da vida real.

As organizações podem ter usado o método de migração várias vezes, mas não se lembram de que estão lidando com pessoas que possuem naturalmente pontos de falha em relação aos aplicativos. Portanto, em vez de demonstrar a esperança que tudo vai dar certo, as empresas devem usar evidências de testes, repetidamente, para aumentar a confiança.

Embora haja riscos envolvidos na migração das cargas de trabalho para a nuvem, os benefícios são difíceis de ignorar. Obviamente, é importante estar ciente do risco envolvido na prática.

Em vez de evitar completamente o processo de migração para a nuvem, use as melhores práticas, dicas de segurança e uma equipe eficiente envolvendo uma forte cadeia de ferramentas e fornecedores.

Para saber mais sobre a tecnologia na nuvem, entre em contato com os nossos especialistas. Eles estão à disposição para esclarecer dúvidas e para ajudar na definição das melhores estratégias que possam garantir a conectividade em alta escala dos seus negócios, garantindo a segurança, alta disponibilidade e a proteção e privacidade de dados.

Sobre a Planus Cloud, Networking & Services

Reconhecida como uma das maiores integradoras de tecnologia do Brasil, a Planus Tecnologia passou a fazer parte do grupo VINCI Energies, grupo Europeu de origem Francesa com forte atuação ao redor do mundo, nos negócios do setor energético, automação industrial e tecnologia de informação.

Com seus pilares fundamentados em inovação e qualidade, a Planus é a primeira aquisição especializada em Tecnologia no Brasil e com isso passou a ser um provedor global de tecnologia, com capacidade para oferecer o mais completo portfólio de tecnologia e as melhores soluções e serviços para suportar toda a transformação digital dos nossos clientes.

Com um perfil consultivo e forte embasamento para orientar os seus clientes sobre o melhor horizonte a seguir, a Planus Cloud, Networking & Services tem como um dos grandes diferenciais a capacidade de atender as necessidades específicas de cada um deles, seja no modelo tradicional On Premise, no modelo Híbrido ou Cloud.

Atua em projetos de ponta a ponta, o que inclui Disaster Recovery, Backup as a Service, alta disponibilidade, soluções de Cloud Services, Networking, Telefonia as a Service, Management Services, Suporte e Manutenção de Hardware, Software e rede, Serviços de gestão de service desk, até toda a estratégia e implantação de projetos.

RELATED POST

RELATED POST
2/12/2020

Como a IOT pode proporcionar operações mais inteligentes?

Se você já ouviu a frase “Internet of Things” ou viu a [more]

1/12/2020

Quais as novas oportunidades de inovação a IOT trará para os negócios?

A Internet das Coisas (IoT) está moldando ativamente os mundos dos negócios [more]

24/11/2020

Qual impacto que a estratégia de continuidade de negócios pode trazer no orçamento da sua empresa?

Incêndios, terremotos, inundações, quedas de energia e outros tipos de desastres atingem [more]

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.