Como gerenciar a segurança na nuvem – Planus

Como gerenciar a segurança na nuvem

2/06/2020

Como gerenciar a segurança na nuvem

A adoção da nuvem ainda está acelerando, pois, as empresas estão correndo para capitalizar flexibilidade, eficiência e escalabilidade aos seus negócios.

Em uma pesquisa realizada Enterprise Strategy Group com 600 profissionais de TI, 64% dos entrevistados concordavam que os investimentos em infraestrutura em nuvem aumentariam em 2019 em relação ao ano anterior, enquanto apenas 4% previam que diminuiria. Esses números também se refletem em 2020.

De fato, a computação em nuvem oferece muitos benefícios às organizações, mas é improvável que essas vantagens sejam alcançadas se não houver estratégias apropriadas de gestão de segurança de TI e proteção de dados e privacidade ao usar a nuvem.

Ao migrar para a nuvem, as organizações devem ter uma compreensão clara dos possíveis riscos de segurança associados à computação em nuvem e definir expectativas realistas com os fornecedores.

As 8 etapas a seguir ajudarão aos gestores de TI e de negócios a analisar as implicações de segurança e privacidade das informações da computação em nuvem e do gerenciamento de segurança em seus negócios.

Gerenciamento de segurança na nuvem

Garanta a governança e conformidade

As organizações devem adotar políticas e procedimentos de segurança, privacidade e conformidade para proteger dados e ativos de tecnologia.

Além disso, as empresas devem estabelecer uma estrutura formal de governança que delineie cadeias de responsabilidade, autoridade e comunicação. Isso descreve os papéis e responsabilidades dos envolvidos, como eles interagem e se comunicam, regras e políticas gerais.

Defina operações de auditoria e processos de negócios

É importante auditar a conformidade dos fornecedores de sistemas de TI que hospedam os aplicativos e dados na nuvem.

Basicamente há três áreas importantes que precisam ser auditadas pelos clientes de serviços em nuvem:

  • Ambiente de controle interno de um provedor de serviços em nuvem.
  • Acesso à trilha de auditoria corporativa.
  • Segurança da instalação de serviços em nuvem.

Gerencie pessoas, funções e identidades

Usar a nuvem significa que haverá funcionários do provedor de serviços em nuvem que podem acessar os dados e aplicativos, além de funcionários da organização que executam operações no sistema de provedores.

As organizações devem garantir que o provedor tenha processos que controlem quem tem acesso aos dados e aplicativos do cliente.

O provedor deve permitir que o cliente atribua e gerencie funções e autorização para cada um de seus usuários. Além disso, o fornecimento do serviço de nuvem também deve ter um sistema seguro para gerenciar as identificações exclusivas para usuários e serviços.

Proteja adequadamente os dados

Os dados são o núcleo de todas as preocupações de segurança de TI para qualquer organização. A computação em nuvem não altera essa preocupação, mas traz novos desafios devido à natureza da arquitetura em nuvem.

É necessário garantir a segurança e a proteção dos dados em repouso e em trânsito.

Aplique políticas de privacidade

A privacidade e a proteção de informações e dados pessoais são cruciais, especialmente porque muitas das principais empresas e instituições financeiras estão sofrendo violações de dados.

A privacidade de informações pessoais está relacionada a dados pessoais mantidos por uma organização, que podem ser comprometidos por negligência ou bugs.

Além disso, é essencial que os requisitos de privacidade sejam atendidos pelo provedor de serviços em nuvem. Caso contrário, a organização deve considerar procurar um provedor diferente ou não colocar dados confidenciais na nuvem.

Avalie a segurança dos aplicativos disponíveis em nuvem

As organizações estão protegendo constantemente seus aplicativos de negócios contra ameaças internas e externas.

Portanto, a segurança do aplicativo apresenta desafios para o provedor e a organização e, dependendo do tipo de modelo de implantação em nuvem (IaaS, PaaS ou SaaS), existem diferentes considerações sobre a política de segurança.

Redes e conexões em nuvem devem ser seguras

Os provedores de serviços em nuvem devem permitir tráfego de rede legítimo e bloquear tráfego malicioso. Infelizmente, os provedores de serviços em nuvem não sabem qual tráfego de rede seu cliente planeja enviar e receber.

Portanto, organizações e fornecedores devem trabalhar juntos para definir medidas de segurança e fornecer as ferramentas necessárias para proteger o sistema.

Avalie controles de segurança e infraestrutura física

A segurança de um sistema de TI também se baseia na segurança da infraestrutura e instalações físicas. As organizações devem ter garantia do fornecedor de que os controles apropriados estão em vigor.

Por isso, a infraestrutura e as instalações devem ser mantidas em áreas seguras e protegidas contra ameaças externas e ambientais.

As impressoras físicas, por exemplo, devem ser bloqueadas ou movidas para uma área de acesso controlado. Proteja ainda mais o acesso usando um dispositivo de segurança de impressão em rede para exigir autenticação do usuário para acessar a impressora, para ajudar a eliminar violações de segurança e reduzir os custos de impressão.

O gerenciamento de segurança na nuvem deve ser factível

À medida que as organizações migram seus aplicativos e dados para a computação em nuvem, é essencial manter a proteção de segurança e privacidade que eles tinham em seu ambiente de TI tradicional.

E para alcançar o objetivo de realizar o melhor gerenciamento de segurança na nuvem, entre em contato com a Planus. Nossos especialistas estão à disposição para esclarecer dúvidas e para ajudar na definição das melhores estratégias que possam garantir a conectividade em alta escala do seu negócio, garantindo a segurança, a proteção e privacidade de dados.

Sobre a Planus Cloud, Networking & Services

A Planus Cloud, Networking & Services é a unidade especializada em serviços e soluções da Planus Tecnologia, reconhecida como uma das maiores integradoras de tecnologia do Brasil, presente no mercado há 32 anos.

Com um perfil consultivo e forte embasamento para orientar os seus clientes sobre o melhor horizonte a seguir, a Planus Cloud, Networking & Services tem como um dos grandes diferenciais a capacidade de atender as necessidades específicas de cada um deles, seja no modelo tradicional On Premise, no modelo Híbrido ou Cloud.

Atua em projetos de ponta a ponta, o que inclui Disaster Recovery, Backup as a Service, alta disponibilidade, soluções de Cloud Services, Networking, Telefonia as a Service, Management Services, Suporte e Manutenção de Hardware, Software e rede, Serviços de gestão de service desk, até toda a estratégia e implantação de projetos.

 

RELATED POST

RELATED POST
2/12/2020

Como a IOT pode proporcionar operações mais inteligentes?

Se você já ouviu a frase “Internet of Things” ou viu a [more]

1/12/2020

Quais as novas oportunidades de inovação a IOT trará para os negócios?

A Internet das Coisas (IoT) está moldando ativamente os mundos dos negócios [more]

24/11/2020

Qual impacto que a estratégia de continuidade de negócios pode trazer no orçamento da sua empresa?

Incêndios, terremotos, inundações, quedas de energia e outros tipos de desastres atingem [more]

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.