Internet das Coisas vs. Segurança da Informação: o que as empresas devem saber - Planus

Internet das Coisas vs. Segurança da Informação: o que as empresas devem saber

10/07/2019

Internet das Coisas vs. Segurança da Informação: o que as empresas devem saber

É fato que a Internet das Coisas (IoT) continuará crescendo em uma ampla gama de segmentos do mercado. Mais e mais aplicativos começarão a implantar redes de sensores sem fio como parte de seus produtos, serviços ou operações, tornando essencial que as organizações aumentem seu foco na segurança de dados da IoT.

Muitas empresas já têm adotado a IoT em um ritmo muito forte, usando esses dispositivos para fornecer novos produtos e serviços. Grande parte desse crescimento vai além da atualização de dispositivos tradicionais, como impressoras, para uma versão de IoT mais inteligente que pode coletar dados e aplicar seu uso de diferentes maneiras.

IoT aplicado a diferentes segmentos do mercado

Dispositivos inteligentes, rápidos e cada vez mais móveis. Eles também estão presentes em quase todos os novos ambientes de rede adotados pelas organizações, desde lojas de varejo até o chão de fabricação, onde eles se misturam a dispositivos de usuários para coletar, gerar e compartilhar informações fundamentais ao processo de negócio.

  • Vigilância e monitoramento de segurança foram além de coisas como sistemas de CFTV. Os sistemas de segurança física atuais incluem câmeras IoT conectadas, leitores de crachás e sistemas de alarme que podem integrar um crachá a um sistema de reconhecimento facial de vídeo para garantir acesso seguro a uma instalação, vincular imagens de vídeo de uma câmera IP a uma transação de cartão de crédito.
  • Os sensores de IoT, especialmente em ambientes de varejo, estão sendo implantados para simplificar o monitoramento e o gerenciamento de sistemas críticos. Eles incluem coisas como sensores de temperatura dos refrigeradores em locais de atendimento rápido para garantir que os alimentos sejam mantidos nas temperaturas necessárias e sensores de pressão do tanque em postos de gasolina para operação segura.
  • Empresas podem usar sensores de IoT para desligar automaticamente as luzes e os dispositivos e alterar a temperatura quando os escritórios, salas de conferência ou partes do edifício não são utilizados. Esses sensores também podem ser integrados a coisas como um calendário corporativo para executar tarefas como garantir que o hardware da sala de conferência seja inicializado e pronto antes do início de uma reunião, e é desativado quando os participantes saem da sala.

O desafio da segurança da IoT

O gerenciamento da segurança de dados para dispositivos IoT exige um considerável conhecimento técnico, custos gerais substanciais e a implementação de um sistema visando proteger dados.

Por que a segurança de dados da IoT é considerada tão difícil de controlar? A Internet das Coisas é constituída basicamente de equipamentos muito pequenos e baratos que precisam coletar dados constantemente e transferi-los para uma arquitetura adequada para processamento e uso aplicado aos negócios.

A natureza de como a tecnologia IoT funciona torna a segurança desses dispositivos conectados bastante complexa e apresenta vários desafios exclusivos:

  • Falhas de comunicação: SSL (Secure Socket Layer) e TLS (Transport Layer Security) podem se tornar vulnerabilidades quando a comunicação entre servidores e um aplicativo da Web é interrompida.
  • Cobertura limitada do modelo de ameaças: O SSL / TLS só pode proteger dados em movimento (a transmissão de dados do sensor). O SSL / TLS não protege os dados em uso (dados na memória) ou dados em repouso (armazenamento de dados).
  • Prazo de validade: os dispositivos de IoT são amplamente implantados para ciclos de vida muito mais longos do que outros tipos de eletrônicos. Como eles não podem receber atualizações, os protocolos de segurança são quebrados com mais frequência.

A verdade, é que os dispositivos de IoT expandem a potencial superfície de ataque através da rede. Pior, dispositivos IoT também são notoriamente inseguros devido a elementos como CPU e memória limitadas.

O fato é que eles não podem ser facilmente atualizados ou corrigidos, e que não foram projetados com qualquer tipo de segurança. Como resultado, os dispositivos de IoT estão sendo cada vez mais alvo de cibercriminosos para roubar dados, sequestrar CPU, espalhar malware e lançar ataques na rede.

Portanto, o desafio da segurança em IoT é duplo. O primeiro é que normalmente não há pessoal de TI qualificado ou suficiente para implantar, gerenciar ou solucionar problemas de dispositivos IoT e incidentes de segurança relacionados nas empresas.

E, segundo, até mesmo implantações remotas de segurança incluem dispositivos de vários fornecedores que possuem seus próprios consoles de gerenciamento e interfaces complexas. A expansão do fornecedor e do dispositivo pode atrapalhar o gerenciamento eficaz da segurança.

Estratégias de segurança de IoT

Como os dispositivos de IoT podem ser colocados em qualquer lugar de uma rede distribuída, eles operam em diferentes ambientes e se conectam a partir de vários locais, a segurança consistente da IoT exige uma estratégia de segurança consistente e abrangente em aspectos como:

  1. Avaliação de um dispositivo IoT, considerando suas configurações de segurança.
  2. O tráfego de criptografia aplicado o mais próximo possível de um dispositivo IoT.
  3. A implementação de um firewall capaz de lidar com o volume de tráfego gerado pelos dispositivos de IoT, a sobrecarga de CPU necessária para inspecionar o tráfego criptografado em velocidades de rede.
  4. O controle de acesso à rede, permitindo que uma organização identifique dispositivos IoT para manter um inventário de dispositivos conectados, garantindo que as políticas atendam aos requisitos dos dispositivos.

A base essencial para proteger dispositivos IoT é criar uma estrutura de segurança flexível e integrada que seja capaz de unir e orquestrar os elementos de segurança que abrangem seus ecossistemas em rede em um sistema unificado, interconectado e responsivo.

Isso permite o monitoramento efetivo do tráfego e a verificação de autenticação, reforçando o gerenciamento de acesso em todo o ambiente distribuído.

Há 30 anos se transformando através da Tecnologia, a Planus integra soluções de TI para entregar soluções de negócios, se destacando pelo abrangente modelo de negócios na oferta de Infraestrutura com capacidade para atender das mais simples às mais complexas soluções, das soluções “On Premises” às soluções “As a Service”,  da TI Híbrida a Cloud”, do atendimento às empresas SMB até as maiores do país.

De que forma sua empresa está Integrando a IoT de forma segura ao seu no negócio?

Entre em contato com os especialistas da Planus, eles estão à disposição para tirar suas dúvidas e ajudar no desenvolvimento dos seus projetos e objetivos de negócio.

 

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.