Os dados são a nova moeda, como protegê-los? - Planus

Os dados são a nova moeda, como protegê-los?

4/07/2019

Os dados são a nova moeda, como protegê-los?

Em um estudo feito pelo Gartner em 2015 mostrava que a tecnologia de IoT já era uma tendência e estimava-se na época que 4,9 bilhões de dispositivos conectados até o final daquele ano, um aumento de 30% em relação ao ano de 2014.

A pesquisa mostrava ainda que esse número poderia chegar a 25 bilhões até 2020. Enquanto em 2013 o mercado de operações de manufatura da IoT já valia US $ 42,4 bilhões, que cresceria para US $ 98,9 bilhões até 2018.

O estudo feito pelo Gartner reflete um indicativo de quanto o uso de dados se tornou fundamental para a nova Economia Digital e como sua aplicação tem um profundo impacto sobre os negócios, a economia e a sociedade.

No mundo digital de hoje, os dados de fato se tornaram a nova moeda. Em nenhum lugar esse fenômeno se mostra mais claramente do que no mundo das transações de pagamento e no comércio eletrônico.

Os processos de pagamento, por exemplo, receberam uma variedade de novos formatos: pagamento móvel, criptomoeda, transações no aplicativo, aplicativos de transferência de dinheiro etc. E para que essas transações aconteçam efetivamente duas características são vitais: dados e segurança.

Dados e segurança: a convergência para uma forte Economia Digital

Os dados de pagamento, combinados com outras informações do consumidor, tornaram-se a força vital para as empresas que desejam tomar decisões informadas sobre o que vender, para quem vender, onde vender e como.

Portanto, a exigência de garantir transações de pagamento tornou-se muito mais do que impedir o roubo financeiro. A segurança do uso dos dados e o processo de pagamento do começo ao fim tornam-se necessários para permitir que os consumidores operem confortavelmente em um ecossistema digital.

A proteção adotada tanto no processamento dos dados, nas diferentes formas de pagamento, assim como outros formatos de uso, permite que as empresas confiem em suas informações, ajudando a tomar decisões de negócios inteligentes e protegendo a privacidade e a propriedade intelectual.

A segurança do uso de dados permite o avanço do mundo digital e uma nova evolução é necessária na forma como pensamos sobre a privacidade e proteção de dados.

Os dados se tornaram commodities e precisam ser protegidas

De fato, a nova realidade da Economia Digital nos traz os dados como uma das commodities mais importantes. Uma explosão de dados do consumidor permitiu que empresas e marcas formassem novas relações com os clientes, oferecendo experiências personalizadas e recomendações aos consumidores finais.

Os consumidores aproveitam a conectividade para fins como entretenimento, educação, conhecimento, compartilhamento social e compras. No que diz respeito às compras, em particular, a internet colocou mais poder nas mãos dos consumidores.

Com isso, nenhuma moeda de dados é mais valiosa para nós do que nossas informações, tornando-se a maior preocupação quanto à privacidade e seu uso em nosso dia a dia. Se um banco perde nosso dinheiro, existem mecanismos de proteção para nos ajudar a recuperar nossos prejuízos.

Porém, se as informações privadas se tornam públicas, elas nunca podem voltar a ser privadas. Isso pode causar incalculáveis prejuízos. De um simples constrangimento, a perda de oportunidades de emprego ou renda, golpes através de cartões de crédito ou outros tipos de financiamento, problemas ligados a relações pessoais tensas, entre outros impactos que podem afetar a todos nós.

Então, o que podemos fazer?

Privacidade e segurança das informações estão convergindo. A privacidade é o direito de determinar quais informações você compartilha e com quem você as compartilha. Segurança é a capacidade tecnológica de garantir a privacidade, garantindo que você tenha acesso e controle sobre dados confiáveis ​​e precisos.

A proteção da privacidade é um dos objetivos da segurança. Confidencialidade só pode ser alcançada quando privacidade e segurança se sobrepõem, ligando desta forma os dois campos.

Se você está protegendo registros médicos eletrônicos, informações bancárias on-line ou apenas sua conta de e-mail, a disponibilidade de informações cria riscos. Firewalls e criptografia podem estar no lugar para proteger nossa moeda de dados, mas com segurança, muitas vezes somos nossos piores inimigos, guardas de segurança desajeitados que inadvertidamente entregam phishers e scammers as chaves de nossos cofres.

Todos os que têm acesso a informações pessoais precisam desenvolver princípios de segurança da informação. Sem isso, até mesmo a melhor segurança não pode proteger sua moeda de dados.

Se a privacidade e proteção de dados ainda é um desafio para sua organização, entre em contato agora mesmo com os especialistas da Planus, eles estão à disposição para tirar suas dúvidas e ajudar no desenvolvimento dos seus projetos ligados a segurança da informação, garantindo que você alcance seus objetivos de negócio com toda a proteção necessária.

Há 30 anos se transformando através da Tecnologia, a Planus integra soluções de TI para entregar soluções de negócios, se destacando pelo abrangente modelo de negócios na oferta de Infraestrutura com capacidade para atender das mais simples às mais complexas soluções, das soluções “On Premises” às soluções “As a Service”,  da TI Híbrida a Cloud”, do atendimento às empresas SMB até as maiores do país.

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.