Em plena Era Digital, quais são os principais desafios da proteção de dados - Planus

Em plena Era Digital, quais são os principais desafios da proteção de dados

2/07/2019

Em plena Era Digital, quais são os principais desafios da proteção de dados

Os dados impulsionaram nossos maiores e mais gratificantes avanços e tecnologias ao longo da última década. Porém, há um desafio real em proteger a privacidade e as preferências de dados do consumidor hoje, em plena Era Digital.

Por isso, entender o impacto e a importância da privacidade global de dados é fundamental, você deve primeiro entender os maiores desafios que sua organização pode enfrentar na privacidade e proteção de dados.

Para se ter uma ideia, mais de um quarto das empresas experimentaram perda de dados irreparáveis no ano passado, de acordo com uma pesquisa realizada pela Dell EMC. A quantidade de dados que as empresas estão coletando e gerenciando está explodindo e, com isso, surgem problemas para protegê-los, de acordo com um relatório feito pela Dell EMC.

E como não poderia ser diferente, proteger os dados corporativos é um grande desafio, em parte devido ao grande volume de dados coletados e sua importância para as operações de negócios.

Mais de três quartos (76%) dos líderes de TI disseram ter sofrido algum tipo de interrupção de dados no período de um ano, e 27% disseram que não conseguiam recuperar dados usando a solução de proteção de dados existente – quase o dobro do que disseram assim em 2016 (14%).

Os principais desafios da proteção de dados

À medida que o uso dos dados se torna cada vez mais diversificadas e ainda mais importantes para a vida cotidiana, cresce a consciência de quão frágeis são as informações quando se trata daqueles que querem usá-los por meios desonestos. Mas quais são os principais desafios que vamos enfrentar nos próximos anos?

  1. O crescimento de dados exponencial

Começamos pelo próprio crescimento de dados. O uso e armazenamento de dados estão crescendo rapidamente, muito mais do que a gente imagina. Mais de 1,7 megabytes de novos dados são criados a cada segundo.

As organizações devem manter-se protegidas não apenas com informações pessoais de seus clientes, mas também com informações pessoais confidenciais. O Breach Level Index, um site de rastreamento público para violações de dados, mostrou que somente em 2013 foram quase 9.198.580.293 registros de dados foram perdidos ou roubados neste período.

Os dados cresceram exponencialmente ao longo da última década, mas as más práticas de segurança continuam a colocar as organizações em risco de violação de dados. Informações pessoais é uma das maiores preocupações na privacidade de dados.

Isso ocorre, devido à veracidade e ao volume de dados em nosso mundo impulsionado pela tecnologia, tornando-se complicado administrar milhões e possivelmente até bilhões de registros de dados.

  1. Custo de manutenção da privacidade de dados

Uma violação de dados pode custar às organizações milhões de dólares em receita perdida. Na verdade, o Ponemon Institute descobriu que o custo médio total de uma violação somente em 2017 era de US $ 3,62 milhões.

Além disso, há 30% de chance de uma organização ter uma violação de dados nos próximos dois anos. Se uma organização é violada, eles enfrentam penalidades regulatórias de uma série de entidades.

Para se ter uma ideia, as empresas que operam com dados de clientes na União Europeia que sofrem uma violação significativa da falta de controles de segurança podem enfrentar até 4% da Receita Bruta Ajustada ou 20 milhões de euros em virtude da Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR). Legislação semelhante entre em vigor no Brasil em 2020, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que também prevê multas de alto valor.

Por isso, as empresas de diferentes tamanhos e segmentos devem fazer investimentos em várias tecnologias de segurança essenciais, como arquivamento de dados, backup e infraestrutura redundante, para garantir que seus dados sejam protegidos e possam ser recuperados e restaurados.

  1. O número crescente de vulnerabilidades abertas

De acordo com a CVE, uma fonte definitiva de vulnerabilidades de segurança da informação informou que aproximadamente 16.555 vulnerabilidades divulgadas surgiram em 2018. Em 2016 o número foi de 6447 vulnerabilidades.

Para um administrador de segurança de TI, pode ser difícil administrar literalmente milhares de patches lançados a cada ano. Torna-se crítico ter um modelo ou processo de gerenciamento de patches estabelecido, bem como compreender as realidades das práticas recomendadas de gerenciamento de patches.

  1. Um cenário de tecnologias avançadas

IoT é certamente um exemplo e uma área prioritária para todos os profissionais de segurança atualmente. Um estudo recente descobriu que 90% dos profissionais de segurança da informação estão mais preocupados com a IoT do que com a segurança da rede.

Assim como para a IoT, os profissionais de segurança precisam reexaminar as políticas de BYOD, concluir um plano de prontidão e varrer a rede para descobrir todos os dispositivos conectados à sua rede. Monitorar sua rede com IDS / IPS, ferramentas SIEM e qualquer outra análise avançada de segurança se torna essencial para encontrar atividades maliciosas em sua rede, aplicativos e dados.

  1. Erro humano e seu nível de complexidade

Erros humanos comuns podem afetar significativamente sua privacidade e proteção de dados. Muitos analistas de segurança afirmam que o erro humano é o maior desafio na privacidade e segurança de dados.

Funcionários mal informados e inconscientes podem usar senhas fracas, apagar dados erroneamente, cair em golpes de phishing, ter acesso privilegiado a contas e navegar em sites que não estão sob uso aceitável.

Sua equipe de especialistas em segurança deve criar um programa de conscientização e treinamento que ajuda a capacitar seus funcionários e reduzir o risco. As ferramentas de prevenção de perda de dados também podem ajudar você a evitar que os usuários finais vazem dados confidenciais, mesmo que seja por engano.

Sua empresa está pronta para vencer o desafio da proteção de dados?

Há 30 anos se transformando através da Tecnologia, a Planus integra soluções de TI para entregar soluções de negócios, se destacando pelo abrangente modelo de negócios na oferta de Infraestrutura com capacidade para atender das mais simples às mais complexas soluções, das soluções “On Premises” às soluções “As a Service”,  da TI Híbrida a Cloud”, do atendimento às empresas SMB até as maiores do país.

Entre em contato com os especialistas da Planus, eles estão à disposição para tirar suas dúvidas e ajudar no desenvolvimento dos seus projetos e objetivos de negócio.

 

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.