Quais os principais impacto que gera a LGPD - Planus

Quais os principais impacto que gera a LGPD

14/05/2019

Quais os principais impacto que gera a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), aprovada em 2018 pelo governo brasileiro vai provocar grandes mudanças na forma como as empresas de diferentes segmentos e tamanhos lidam com o uso de dados pessoais.

Embora muitas empresas já tenham adotado alguns procedimentos de proteção e privacidade de dados, em virtude de incidentes de segurança reportados nos últimos anos, a LGPD é apresentada com várias diretrizes para as organizações titulares de dados, definindo multas e penalidades significativas para as empresas que não estejam em conformidade quando entrar em vigor em 2020.

Além de definir as penalidades, a LGPD contém uma descrição detalhada dos requisitos da política de proteção de dados. O governo espera que a lei possa reforçar políticas e privacidade a partir do processamento e armazenamento de dados seguros.

Neste artigo, vamos ver os impactos da nova legislação de proteção de dados no âmbito das empresas brasileiras ou daquelas que operam no limite do território brasileiro.

Quais serão as demandas operacionais?

Não podemos começar falar sobre os impactos da LGPD sem antes começar sobre as demandas da implantação da nova legislação, que por si só, já causa efeito nas empresas que precisam se adequar aos requisitos da lei.

A conformidade com a LGPD não será algo do tipo “configure e esqueça”. Assim como gerenciar a segurança cibernética nos dias de hoje exige estar constantemente no topo das ameaças emergentes e das demandas em constante mudança, manter a conformidade com a nova legislação significa renovar os padrões operacionais  da empresa para acompanhar as demandas regulatórias.

Isso significa tomar medidas como:

  • Contratar ou nomear uma equipe ou diretoria dedicado aos aspectos relacionados ao monitoramento e gerenciamento das conformidades com a LGPD;
  • Realizar auditorias de sistema regularmente para garantir a conformidade contínua;
  • Manter registros para demonstrar conformidade.

Como atender a essas demandas pode significar mudanças significativas na cultura e até mesmo nas práticas de contratação da empresa, vale muito a pena levar isso a sério.

Os principais impactos da LGPD

Como toda organização é diferente, assim como suas responsabilidades, como resultado da nova legislação, muitas empresas vão precisar de adequação sobre as suas práticas de negócios diante dos requisitos da LGPD. E isso corresponde a vários impactos.

  1. Melhor segurança cibernética

As empresas estão em uma batalha contínua há quase tanto tempo quanto a existência da Internet. Atualizações de segurança em redes, servidores e infraestrutura têm sido uma fonte primária de proteção cibernética junto com outras mudanças de políticas e segurança.

A aprovação da LGPD afetou diretamente a privacidade dos dados e os padrões de proteção, além de incentivar diretamente as organizações a desenvolver e aprimorar suas medidas de segurança cibernética, limitando os riscos de qualquer possível violação de dados.

  1. Consolidação da marca

Assim como para algumas organizações reconhecidas internacionalmente, as violações de dados têm um impacto devastador na reputação das empresas. Usuários e clientes valorizam sua privacidade, e sua confiança na marca pode ser comprometida se ocorrer uma violação de dados com suas informações pessoais sendo disponibilizadas inconscientemente.

Por outro lado, temos um cliente que está mais do que disposto a compartilhar suas informações privadas, ao acreditar que seus dados estão sendo armazenados e usados ​​de acordo com a nova legislação. Se uma organização se tornar uma detentora confiável de informações, suas chances de criar um relacionamento duradouro com um cliente aumentará significativamente.

  1. Penalidades pela não conformidade

O custo pela não conformidade é, sem dúvida, aquilo que encorajou as organizações a considerarem as suas responsabilidades na proteção de dados.

Com multas que podem variar entre R$ 50 milhões e 2% do faturamento total da empresa, o custo da não conformidade e os resultados de uma auditoria podem apresentar uma percepção assustadora do fechamento de negócios, se uma organização falhar em proteger os dados de seus clientes.

  1. O custo da conformidade

Dependendo da quantidade de dados que estão sendo processados ​​por uma empresa, o custo de obter conformidade pode variar de centenas de Reais a dezenas de milhares.

Embora a LGPD certamente tenha impactos tanto para as empresas quanto para os usuários, o custo disso pode se acumular rapidamente, com salários imprevistos sendo adicionados à folha de pagamento até custos de aquisição de ativos visando atender aos requisitos da legislação.

Ao avaliar os impactos positivos e negativos da lei de proteção e privacidade de dados, é claro perceber que os aspectos positivos vão superar os negativos. Ao entrar em vigor em 2020, a expectativa para os próximos anos, é encontrarmos um mundo digital mais seguro e livre de tantos incidentes relacionados a ataques e roubo de dados.

Se você ainda estiver quebrando cabeça sobre onde começar a tornar a sua organização compatível com a LGPD, entre em contato com os especialistas da Planus. Eles estão prontos para tirar suas dúvidas e ajudar no seu projeto de implantação da nova legislação.

 

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.