Everything as a Service segue a tendência da Transformação Digital – Planus

Everything as a Service segue a tendência da Transformação Digital

27/08/2018

Everything as a Service segue a tendência da Transformação Digital

Seguindo o caminho da Transformação Digital surge um novo paradigma quanto ao conceito de computação em nuvem, o Everything as a Service.

Também conhecido como Anything as a Service ou simplesmente chamado de XaaS. O “Qualquer coisa como um Serviço” ou “Tudo como um Serviço” não é um padrão de serviço específico, mas reconhece os vários modelos de serviço que compõem a indústria de computação em nuvem pública, privada e híbrida.

Everything as a Service expande o conceito de Cloud Computing

O setor de nuvem gerou a evolução de vários modelos de serviços baseados na Web, incluindo Software como Serviço (SaaS), Plataforma como Serviço (PaaS) e Infraestrutura como Serviço (IaaS). Outros serviços incluem Armazenamento como Serviço, Comunicações como Serviço, Rede como Serviço e até Monitoramento como Serviço.

Hoje, os modelos de serviços em nuvem estão se subdividindo e se tornando mais granulares, portanto, a noção de usar qualquer coisa como um serviço está sendo constantemente aprimorada.

Então a Transformação Digital começou e junto com ela a Internet que forneceu ao mercado a largura de banda barata e abundante. Os navegadores da Web passaram a fornecer um meio independente de plataforma para fornecer aplicativos, e a virtualização fornece aos provedores de serviços a camada de abstração e o dinamismo necessários para construir utilitários de tecnologia para diferentes tipos de clientes e necessidades.

Foi quando a nuvem começou a expandir em seus conceitos de serviços e os provedores, a exemplo da Planus, encontraram outras maneiras de atender às empresas ansiosas por terceirizar pelo menos partes de seus centros de dados complexos e caros.

O XaaS será fundamental para a convergência entre a Transformação Digital e novos negócios

Além da otimização dos investimentos, as empresas encontram com Everything as a Service a oportunidade de simplificar as implantações de TI.

Com cada serviço de nuvem adicional, uma organização pode lançar partes de sua infraestrutura de TI interna, trazendo eficiência em diferentes estruturas computacionais e aperfeiçoando por exemplo:

Menos TI local significa menos sobrecarga física, como espaço de equipamento, energia e refrigeração. Isso favorece na eficiência das equipes de TI, permitindo que elas possam se dedicar em projetos de valor agregado mais importantes para os negócios.

Além disso, a utilização de um serviço externo, em vez da tecnologia local, transfere muitas despesas de capital ( Capex ) para despesas operacionais ( Opex ) para o negócio.

Os modelos Everything as a Service que levam sua empresa ao crescimento

A combinação de computação em nuvem e alta conectividade com a internet fornece um ambiente estratégico para o crescimento do XaaS. O Gartner, por exemplo, prevê que até 2020, as estratégias  de adoção à nuvem influenciarão mais de 50% dos  acordos de terceirização de TI .

Algumas organizações adotam o XaaS por questões de segurança, conformidade e governança corporativa. No entanto, é possível abordar cada vez mais essas preocupações, permitindo que as organizações tragam cargas de trabalho adicionais para a nuvem.

Backup as a service (BaaS)

Backup as a service é uma estratégia de backup de dados que envolve a compra de serviços de backup e recuperação de um provedor de backup de dados online. Em vez de realizar backup com um departamento de TI local e centralizado, o BaaS conecta os sistemas a uma nuvem privada, pública ou híbrida gerenciada pelo provedor externo.

Em vez de se preocupar com a rotação e o gerenciamento de fitas ou discos rígidos em um local externo, os administradores de armazenamento de dados podem descarregar a manutenção e o gerenciamento para o provedor de serviços.

Disaster Recovery as a Service (DRaaS)

Disaster recovery as a service é a replicação e hospedagem de servidores físicos ou virtuais por terceiros para fornecer failover no caso de uma catástrofe natural ou causada pelo homem.

Com a recuperação de desastres como um serviço, o tempo para devolver os aplicativos à produção é reduzido porque os dados não precisam ser restaurados pela Internet.

Communications as a Service (CaaS) ou Telefonia como Serviço

É uma solução de comunicação empresarial que pode incluir aplicações de voz sobre IP ( VoIP ou telefonia via Internet), mensagens instantâneas ( IM ), colaboração e videoconferência usando dispositivos fixos e móveis.

O fornecedor de CaaS é responsável por todo o gerenciamento de hardware e software e oferece garantia de qualidade de serviço ( QoS ). Essa abordagem elimina o grande investimento de capital e as despesas contínuas de um sistema cuja capacidade pode exceder ou ficar aquém da demanda atual.

Esses são alguns exemplos do impacto positivo da Transformação Digital e da expansão do conceito de computação em nuvem, que muitas vezes evoluiu de um padrão consolidado, a exemplo, da Infrastructure as a Service (IaaS), onde temos recursos de computação virtualizados pela Internet.

Quais modelos XaaS você visualiza implementar em sua empresa? Se você ainda tem dúvida sobre como o conceito de Everything as a Service pode ajudar na expansão do seu negócio a Plannus é capaz de atender a necessidade da sua empresa. Entre em contato com um de nossos especialistas estamos prontos em ajudar.

RELATED POST

RELATED POST

Entre em contato com um de nossos especialistas de vendas:
(11) 2102-5400 - 0800-7222-7332

© 2017 – Planus. Todos os direitos reservados.